CINEfoot: MUITO ALÉM DAS 4 LINHAS

CINEFOOT PALCO MASCOTES

A bola do CINEfoot 9 começou a rolar na última quinta-feira no Estação, que é Botafogo, mas recebe todas as cores e camisas de boleiros daqui e do exterior.  A ideia de juntar cinema e futebol parece tão natural – e é tão genial -, que a gente se pergunta “como não pensaram nisso antes?”.

Com a braçadeira de capitão, Antonio Leal, tricolor apaixonado, lidera o “Festival de Cinema de Futebol” que, a cada ano, se enraíza mais fortemente no campo da cultura carioca, e se expande para outras telas/gramados. Já promoveu sessões até em Moscou, durante a Copa da Rússia.

CARTAZ SALDANHA - RUSSIA
Cartazes em russo dos filmes João Saldanha (Dir. André Iki Siqueira e Beto Macedo – Brasil/ RJ, 2010) e Geraldinos (Dir. Pedro Asbeg, Renato Martins – Brasil/RJ, 2015)

Cinema, cujo nome de batismo é cinematógrafo, é parente da Cinemática. Para quem ainda se lembra das aulas de Física, esta é a parte da disciplina que estuda o movimento. E futebol é, como o cinema, puro movimento. Se usarmos a linguagem de cinema para falar de futebol, poderíamos dizer, por exemplo, que o chuveirinho na área é um plongèe,  aquela câmera que focaliza o objeto do alto. Quando o jogador arranca lá atrás, atravessa a linha divisória, avança pelo campo do adversário, aí já temos um travelling. Sabe aquele close que indica que algo importante vai acontecer no filme? Pois é. É quando o atacante fica cara a cara com o gol. E o Oscar de melhor montagem goes to… o jogador que aplicou o corta-luz e muda o rumo da jogada .

No mundo do futebol não faltam emoção, sofrimento, paixão. Superação de dores e traumas. Justiças e injustiças. Dúvida, escolhas, segredos. E também raiva, revolta, vingança. Tudo que um bom roteiro precisa.

Futebol é também uma experiência estética. Aquele retângulo verde se dá muito bem com a câmera, oferecendo imagens de grande beleza. O amplo espaço aberto, o gramado, o colorido das arquibancadas, formam um conjunto harmonioso. Tudo bem, as peladas nos campinhos pelo mundo afora, de terra, apertados, sem balizas, não têm um cenário tão caprichado, mas também têm seu encanto e sua história. Porque, além da estética, o cinema do futebol vai a outras camadas do “rude esporte bretão”. Há muita vida, muito drama, muita humanidade além das quatro linhas.

Um exemplo disso é o longa-metragem vencedor do CINEfoot 2017, um improvável filme russo, país dos esportes mais sobre neve do que sobre grama. Traduzido aqui como “Campinho” (Коробка), no longa, garotos da periferia de uma cidade russa, em meio a dificuldades e à violência de hooligans, disputam o direito de jogar na “caixa” (a tal karóbka do título original), o equivalente ao nosso “campinho”.  Mais do que chutes e gols, o filme traz valores como amizade, honestidade, justiça e respeito num ambiente hostil.

CAMPINHO-720x479
Campinho – Dir. Eduard Bordukov – Rússia, 2016

Na edição deste ano, as homenagens vão para os 60 anos da conquista do primeiro título mundial do escrete canarinho, em 1958, na Suécia. Daí, as cores do material de divulgação, azul e amarela. Recebe homenagem também a Chapecoense, cuja história chega às telas no documentário “Para sempre Chape” do uruguaio Luis Ara. Foi a sessão de abertura, com direito à performance de praxe da torcida/plateia. Todos exibindo cartazes “Vamos Chape!!”. Ainda que com algumas inconsistências no roteiro, o longa traz depoimentos interessantes e consegue transmitir emoção ao abordar o acidente aéreo que marcou a trajetória do clube catarinense.

cadeiras CHAPE

VAMOS CHAPE!!

Com uma programação diversificada, abordando temas como imigração, homossexualidade, superstições, ídolos, o Festival de Cinema de Futebol garante seu lugar na agenda cultural de boleiros e cinéfilos. Além do Estação Botafogo, outras salas participam do torneio cinéfilo/futeboleiro. Confira aqui como, onde e quando entrar em campo.

A-COPA-DOS-TRABALHADORES
A Copa dos Trabalhadores (The Workers Cup) – Dir. Adam Sobel – Inglaterra, 2017

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: