Estreia da semana: O QUARTO DOS ESQUECIDOS

o-quarto-dos-esquecidos

Disappointment Room é um disappointment movie. Guarda a possibilidade de um bom filme, considerando a questão histórica, ética, moral que envolve os “esquecidos”. Mesmo que a proposta não fosse se aprofundar nos meandros de tal questão, sem se arvorar a ser um tratado sociológico ou científico (melhor mesmo que não), mas ganharia em vigor e substância detendo-se com mais cuidado sobre esta vertente da história. Mas não é esta a opção do diretor que, preguiçosamente, realiza um filme que não convence, não assusta, não comove, não diverte, não entretém. Ou seja, dispensável.

O longa de D.J. Caruso, com roteiro de Wentworth Miller, Propõe uma complexidade que não segura. Ao contrário, segue uma cartilha manjadíssima, e cada sequência é uma decepção. A família descolada da metrópole se muda para uma casa altamente suspeita, no interior, deixando para trás um trauma familiar. Charmosa, mas caindo aos pedaços, a mansão comprada numa pechincha, sem que os novos donos a tenham visitado antes, abriga todos aqueles clichês dos filmes de suspense e/ou terror, mas, ainda assim, são poucas ou nulas as surpresas e poucos os sustos. Tudo previsível. Se até os clichês do gênero são mal usados – portas batendo, chão rangendo, luzes oscilantes, música sinistra – a edição não ajuda a criar o clima de suspense que se espera.

A ideia dos novos moradores, vistos como animais raros pelos locais, é reformar a casa sob o comando da mãe, que é arquiteta. O pai, sujeito cool, é quem cuida dos afazeres domésticos. Um arranjo familiar que até poderia render situações interessantes, talvez até inesperadas na trama, mas, como outras possibilidades promissoras, é apenas um detalhe menor.

Estudando a reforma da casa, Dana (Kate Beckinsale) descobre um quarto trancado, que não aparecia na planta do imóvel e, claro, vai tentar abri-lo. Aí abre-se também o baú de aparições fantasmagóricas nada originais. A tentativa de seguir por um caminho onde a mãe, recém saída de uma experiência dramática, tem visões perturbadoras e está mentalmente desequilibrada também cai no vácuo.

Alguns lampejos de criatividade no roteiro não salvam o filme. Para piorar, há ainda uma tentativa de exploração da beleza/sensualidade de Dana, numa situação forçada com um ajudante supostamente sedutor que não diz a que veio.

Desapontamento geral.

O QUARTO DOS ESQUECIDOS (THE DISAPPOINTMENTS ROOM) – EUA, 2016, 100min

Direção:  D.J. CARUSO

Elenco: Kate Beckinsale, Lucas Till, Gerald McRaney

Terror, suspense

Data de lançamento 24/11/16

http://www.imdb.com/title/tt2364897/

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=ND_ojIKvVXA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: